Categorias: Notícias

Cachoeiras de Sergipe são opções de lazer e ecoturismo

Além de proporcionar diversão e emoção aos visitantes, as quedas d’água têm no entorno diversidade de flora e fauna, que também são grandes atrativos

Publicação: 18/01/2024

Sergipe é cheio de belezas naturais. As cachoeiras existentes no interior do estado, por exemplo, são de beleza estonteante, proporcionando um espetáculo com quedas d´água transparentes e e formação de verdadeiras piscinas naturais. Os visitantes são então, presenteados com banhos refrescantes, além de terem o prazer de admirar paisagens deslumbrantes. Além disso, os adeptos do ecoturismo podem vivenciar momentos de lazer, aventura e emoção.

São diversas opções de cachoeiras: desde as mais conhecidas, como a Cachoeira de Macambira, que leva o mesmo nome da cidade onde está localizada; Cachoeira Poção de Pedras, também conhecida como Cachoeira de Lourdes, no município de Nossa Senhora de Lourdes, entre outras. A seguir, conheça um pouco mais sobre as quedas d’água existentes em Sergipe.

 

Cachoeira de Macambira

Cachoeira de Macambira

Também conhecida como Cachoeira São Francisco, a Cachoeira de Macambira é a mais famosa de Sergipe. Apesar de ficar em uma propriedade particular, possui acesso aberto para o público. Com uma altura de mais de 60 metros, essa cachoeira é composta por duas quedas d’água separadas. A primeira delas é a cachoeira principal e é composta de várias camadas de água em cascata na face do penhasco. Nela, os visitantes podem desfrutar do banho em suas quedas d´água e ainda fazer registros fotográficos, já que é um cenário perfeito.

 

Cachoeira do Saboeiro

Cachoeira do Saboeiro

Com águas cristalinas e quedas suaves, a Cachoeira do Saboeiro fica localizada no município de Lagarto, a 76 quilômetros da capital, Aracaju. Ideal para os amantes de caminhadas, pois possui uma trilha de, aproximadamente, 14 quilômetros, essa cachoeira chama atenção pelas águas cristalinas e poços para banho.

 

 

 

 

Poções da Ribeira

Poções da Ribeira

Localizado no Povoado Rocheira, no município de Itabaiana, os Poções da Ribeira possuem diversas pequenas quedas d´água e poços de águas escuras encrustados entre paredões de mais de 70 metros de altura, que permite se banhar. Tudo isso cercado da vegetação local, onde é possível praticar escaladas, rapel, tirolesa, nadar e praticar caminhada.

 

 

Cachoeira do Roncador

Cachoeira do Roncador

A Cachoeira do Roncador fica em Pirambu, no litoral norte de Sergipe. Trata-se de uma queda d´água que fica a pouco mais de 1 quilômetros de distância do mar. O poço formado pela queda d’água não é tão fundo, porém há um degrau formado por pedras, onde o banho de cachoeira é relaxante e divertido.

 

 

 

 

Poço das Moças

Poço das Moças

O Poço das Moças está situado dentro da Reserva Ambiental Serra de Itabaiana, na cidade que tem o mesmo nome. É rodeado por vegetação de Mata Atlântica e é formado por poções de águas escuras, propícios ao banho em meio a uma grande corredeira. O lugar também permite fazer trilhas, piqueniques e apreciar a natureza ao redor.

 

 

 

Cachoeira do Lajedão

Cachoeira do Lajedão

Águas douradas são características da Cachoeira do Lajedão, que está localizada no município de Canindé do São Francisco, a cerca de 200 quilômetros de Aracaju. Ela começa como um pequeno riacho no Lajeirão e deságua no Rio São Francisco. As águas são excelentes para um banho relaxante, e a paisagem no entorno é exuberante com a caatinga preservada, flora com espécies nativas e a grandeza na diversidade da fauna local.

 

 

 

 

 

Cachoeira de Lourdes

Cachoeira de Lourdes

Considerada uma das maiores quedas d’água de Sergipe, com, aproximadamente, 15 metros de altura, a Cachoeira de Lourdes, também conhecida como Cachoeira Poção de Pedras, fica localizada no Povoado Barro Vermelho, no município de Nossa Senhora de Lourdes, no Alto Sertão sergipano, e é apropriada para o banho. O rio, por sua vez, tem grande profundidade no centro, mas é possível ficar embaixo da queda d’água, caminhando sobre as pedras, assim como praticar rapel. A melhor época para visitação é no período de chuva, pois é quando aumenta a força da queda d’água, encantando os visitantes com a beleza natural.