Categorias: Notícias

Ilhas compõem as belezas naturais de Sergipe

Croa do Goré, Ilha dos Namorados, Ilha Mem de Sá, Ilha Grande, Ilha do Sogro, Ilha da Sogra e Ilha do Imperador são verdadeiros paraísos no litoral em Aracaju e no interior do estado

Publicação: 19/01/2024

O litoral de Sergipe é repleto de belezas naturais e conta com ilhas que tornam os passeios turísticos ainda mais surpreendentes. Há opções tanto na capital, Aracaju, quanto no interior do estado. São lugares paradisíacos, como a Croa do Goré, Ilha dos Namorados, Ilha Mem de Sá, Ilha Grande, Ilha do Sogro, Ilha da Sogra e Ilha do Imperador, que deixam o Destino Sergipe ainda mais atraente e convidativo. Essas ilhas têm destaque, porque são comercializadas como roteiros turísticos em Sergipe. Mas há outras de rara beleza no estado, a exemplo da Ilha do Ouro.

 

Croa do Goré

Acesso à Croa do Goré é pela Orla Pôr do Sol

A Croa do Goré é uma pequena ilha (banco de areia branca) que surge com a maré baixa. Está localizada no Rio Vaza-Barris, entre os municípios de Aracaju e São Cristóvão, sendo uma das atrações da região ao sul da capital. O acesso é pela Orla Pôr do Sol, no Mosqueiro, um povoado de pescadores em Aracaju de onde partem embarcações como lancha, barco e catamarã em viagens de 10 a 15 minutos que revelam manguezais nativos, pequenas ilhas fluviais e vegetação preservada.

Na Croa do Goré, o visitante se depara com bar flutuante e barracas rústicas de sapé, onde são servidas as delícias da região, a exemplo de caldinhos de ostra, sururu e aratu. É também onde a diversão é garantida com a prática de esportes náuticos, como o stand up paddle ou passeio de caiaque. É possível combinar com o dono da lancha um horário para o traslado de volta à terra firme. Os condutores de catamarãs também costumam deixar que os turistas aproveitem a área por um determinado tempo. Ao fim do dia, o bar flutuante é recolhido e só a cúpula dos guarda-sóis fica visível.

 

Ilha dos Namorados

A Ilha dos Namorados só aparece na maré baixa Foto: César de Oliveira/Secom

A Ilha dos Namorados, entre Aracaju e Itaporanga D’Ajuda, possui uma extensa faixa de areia que divide o Rio Vaza Barris e o Oceano Atlântico. Dizem que a história dessa ilha envolve um casal de namorados que, para fugir da agitação da cidade, pegou um barquinho e foi para o banco de areia, mas se esqueceu de que a maré subia. Resultado: a pequena embarcação foi levada pela maré alta e eles ficaram ilhados, sendo resgatados por pescadores dois dias depois.

Com boa estrutura, a Ilha dos Namorados possui bar, esteiras, redes de vôlei, frescobol, mesas com guarda-sol, boias infláveis para as crianças e redes flutuantes no meio do rio. Detalhe: a estrutura é removível por causa da maré alta quando a ilha é encoberta. Um dos passeios mais procurados em Aracaju, essa ilha tem espaço de sobra para descansar e aproveitar o sol. O lugar é uma delícia, formando uma piscina natural de águas mornas e cristalinas.

 

Ilha de Mem de Sá

A Mem de Sá é um pequena ilha fluvial

Situada no município de Itaporanga d’Ajuda, a Ilha Mem de Sá fica localizada no Rio Vaza-Barris, a 53 quilômetros de Aracaju. Paradisíaca, a pequena ilha fluvial, cuja população é de menos de 400 habitantes, tem no entorno rio, riachos, ilhotas, praias fluviais, apicuns e manguezais. A estrutura da ilha conta com bares, restaurantes, pousadas e um bom fluxo de barcos, canoas, lanchas e jet skis.

A economia, por sua vez, gira em torno da pesca artesanal e do extrativismo de mariscos. Além disso, possui tradições, lendas, folclore, religiosidade, saberes e gastronomia, um considerável patrimônio cultural a ser vivenciado. A gastronomia, aliás, é embasada em ostras, siris, sururus, camarão, caranguejos, aratus e peixes. Com esses ingredientes, são feitos caldinhos, moquecas, quebradinhos e peixes assados na folha de bananeira.

 

Ilha Grande

A Ilha Grande é um lugar de belezas naturais

Situada no estuário do Rio Vaza-Barris, no município de São Cristóvão, a Ilha Grande está inserida em Área de Proteção Ambiental (APA). Partindo do centro histórico da cidade, são 10 minutos de carro até o porto do Povoado Pedreiras, ponto de saída de embarcações que levam até este lugar acolhedor e de belezas naturais.

Dentre as peculiaridades encontradas, está o samba de coco que vem passando por várias gerações, além da pesca tradicional e do cultivo de manga. De barco, descortinando os manguezais, surge uma capela datada de 1933 e as poucas moradias e casas de veraneio. Pequenos atracadouros foram construídos ao longo da chegada da Ilha, no mesmo local onde banhistas marcam presença diariamente.

 

Ilha do Sogro e Ilha da Sogra

Ilha da Sogra é um dos destinos mais visitados do Litoral Sul

A Ilha da Sogra e a Ilha do Sogro fazem parte das belezas da Praia do Saco, em Estância, distante cerca de 70 quilômetros de Aracaju. Bem próximos um do outro, esses bancos de areia transformam a paisagem do local. São ilhas entre o rio e o mar. Para chegar até elas, é preciso ir de lancha, que pode ser alugada na praia. Há embarcações que comportam até sete pessoas, e o turista pode usufruir de cada lugar por cerca de 25 minutos. É tempo suficiente para vislumbrar e sentir muito de perto essas belezas naturais.

Mais famosa, a Ilha da Sogra é um dos destinos mais visitados do Litoral Sul do estado, devido ao visual incrível. Ela tem cerca de 1 quilômetro de extensão: de um lado, o visitante pode tomar banho de rio, em água salobra; do outro, o banho é em mar aberto, onde a temperatura da água é mais quente. Não há vegetação no local. Uma curiosidade: dizem que a ilha recebeu esse nome, porque um pescador nativo deixou a sogra lá propositalmente.

 

Ilha do Imperador

A Ilha do Imperador fica no meio do ‘Velho Chico’

A Ilha do Imperador fica no município de Santana do São Francisco, bem no meio do rio carinhosamente chamado de Velho Chico. Ali, a parada para o banho faz parte dos atrativos da Rota do Imperador, que é feita a bordo do catamarã da Olimpio Tour.

Na Rota do Imperador, os turistas conhecem um trajeto da expedição feita em 1859 pelo último imperador do Brasil, Dom Pedro II, nas águas do Rio São Francisco que banham as cidades de Santana do São Francisco, Neópolis e Penedo, este último município no estado de Alagoas.

O passeio é uma excelente opção para quem visita Santana do São Francisco e proporciona um dia inteiro de lazer. Na ilha, o visitante encontra ótima infraestrutura com mesas e sombreiros dentro d’água, além de redes. É um convite para relaxar ou simplesmente registrar o momento.