Categorias: Notícias

Orla Pôr do Sol é ponto de partida para o lazer

Cartão-postal de Aracaju é famoso pela paisagem, estrutura e clima inspirador para diversão

Publicação: 17/01/2024

As embarcações ficam ancoradas próximas ao píer

Que tal apreciar o vermelho-alaranjado do entardecer depois que o sol ‘vai embora’ nas águas do Rio Vaza-Barris? Com certeza, é um espetáculo da natureza de ‘encher os olhos’. Situada no Povoado Mosqueiro, a 18 quilômetros da Orla da Atalaia e com, aproximadamente, 1 quilômetro de extensão, a Orla Pôr do Sol é um dos cartões-postais de Aracaju, muito famoso pela paisagem, estrutura que dispõe e, claro, o clima inspirador para o lazer.

É esse cenário tão convidativo e ideal para curtir um dia de lazer que apresenta um píer de madeira a se estender por toda a orla. Além disso, ancorados na margem do rio, barquinhos coloridos flutuam. E mais: há um gramado conservado com áreas de sombra e também quiosques com barezinhos – alguns até com música ao vivo. Isso sem falar na gastronomia ‘recheada’ de iguarias à base de mariscos, como caldinhos, pastéis, moquecas e, é claro, o tão famoso caranguejo, Patrimônio Cultural Imaterial de Sergipe.

Detalhe: é na Orla Pôr do Sol onde fica o atracadouro, ponto de partida dos catamarãs com destino à Croa do Goré e à Ilha dos Namorados. E, inclusive, nesse local, é possível contratar o serviço de lanchas e fazer um passeio pela região.

 

Na maré baixa

Barcos e lanchas se multiplicam nas águas do Rio Vaza-Barris

Aliás, o que acha de se render às praias que surgem na maré baixa, a exemplo da Croa do Goré? Trata-se de um banco de areia que surge somente com esse movimento da maré. Por isso, o acesso é apenas por embarcações (lanchas, barcos ou catamarãs) que fazem a travessia da Orla Pôr do Sol. Lá, o visitante se depara com bares flutuantes e barracas rústicas de sapé, onde são servidas as delícias da região, a exemplo de caldinhos de ostra, sururu e aratu. É também onde a diversão é garantida com a prática de esportes náuticos, como o stand up paddle ou passeio de caiaque.

A Ilha dos Namorados, por sua vez, fica entre o Rio Vaza Barris e o Oceano Atlântico, e também aparece somente na maré baixa. O local é uma das paradas dos catamarãs que partem da Orla Pôr do Sol. A ilha possui uma estrutura que não é permanente. Ela é montada e, depois, recolhida pela equipe do catamarã que faz o passeio, dispondo para os visitantes serviço de bar/restaurante montado na areia com mesas e guarda-sóis. No meio do rio, há redes flutuantes que são a atração do local. E, para a curtição da criançada, há grandes boias infláveis. E aí, que tal sentir Sergipe de perto?