Categorias: Notícias

Verão Sergipe 2024 no litoral sul gera otimismo e boas expectativas

A realização do Verão Sergipe 2024 nos meses de janeiro e fevereiro, anunciada pelo Governo do Estado, tem gerado boas expectativas

Publicação: 22/01/2024

Praia do Abaís também recebe programação do Verão Sergipe 2024

A realização do Verão Sergipe 2024 nos meses de janeiro e fevereiro, anunciada pelo Governo do Estado, tem gerado boas expectativas. Empresários do setor de bares e restaurantes, assim como prestadores de serviços de lazer em locais como Caueira, em Itaporanga D’Ajuda, e Praia do Abaís, em Estância, ambos municípios do litoral sul do estado, mostram-se otimistas pelo fato de esses lugares terem sido contemplados com competições esportivas, shows artísticos de atrações sergipanas e nacionais, além de apresentações artístico-culturais. Com a retomada do Verão Sergipe após dez anos de interrupção, todas essas atividades vão movimentar grandemente a cadeia do turismo no estado.

Lançada pelo Governo de Sergipe, por intermédio da Secretaria de Estado do Turismo (Setur), a campanha ‘Sinta de perto esse aconchego’ tem como objetivo contemplar destinos e produtos turísticos desde a capital, Aracaju, até o interior, fomentando a atividade turística, além de gerar emprego e renda. Junto com Itaporanga D´Ajuda e Estância, os municípios de Pirambu e Pacatuba, estes no litoral norte, e Canindé do São Francisco, no sertão, estão inseridos no Verão Sergipe. Já cidades como São Cristóvão, Laranjeiras e Itabaiana fazem parte de outros projetos da campanha.

O Verão Sergipe 2024 é uma realização do Governo do Estado, por meio da Secretaria Especial da Comunicação (Secom), em colaboração com a Secretaria de Estado do Turismo (Setur), Fundação de Cultura e Arte Aperipê (Funcap), Secretaria de Estado do Trabalho, Emprego e Empreendedorismo (Seteem) e Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel).

 

Muitas e boas expectativas

O surfista Adriano Cascimiro, nativo da Caueira, 

Na Praia da Caueira, em Itaporanga, o Verão Sergipe acontecerá entre os dias 12 e 14 de janeiro do ano que vem, quando é esperada uma maior circulação de sergipanos e de turistas. Ali, a paisagem apresenta pequenas dunas, vegetação rasteira e ondas fortes de cor escura características da localidade. É, sem dúvida, um destino bastante atrativo.

Nativo da Caueira, Adriano Cascimiro Santos, 31 anos, é surfista desde os 11. Sobre a realização do evento naquela localidade ele destaca que tem boas expectativas, pois vai unir esporte, arte e música, movimentando a praia que, segundo ele, tem as melhores ondas de Sergipe. “Esse evento abre espaço para que pessoas de outros cantos venham para a Caueira, ajudando na questão do turismo e estimulando outros surfistas a também virem para cá”, opina.

Já no Abaís, em Estância, o evento será realizado entre os dias 10 e 12 de fevereiro, quando acontecerá o Carnaval naquela localidade. O empresário Wagner Prata, conhecido como Gago, proprietário de um restaurante na Praia do Abaís, nas proximidades de onde acontecerá o Verão Sergipe 2024, enfatiza a importância da realização de eventos naquela região e ressalta a grande expectativa dele e dos demais empresários do setor alimentício e de bebidas.

De acordo com Gago, no verão, há sempre grande movimentação no Abaís. Geralmente, o aumento no fluxo de pessoas é, no mínimo, 20%. Com a realização do Verão Sergipe, ele aponta, as expectativas são ainda melhores. “Com certeza, haverá uma maior movimentação. Então, isso traz só coisas boas para todos nós, donos de bares e comerciantes da região. Já estou contabilizando”, afirma.

Pratos à base de frutos do mar são o carro-chefe na gastronomia da região do Abaís

O empresário tem motivos, sim, para já começar a contabilizar os lucros. Afinal, as iguarias servidas no restaurante dele são bastante apreciadas por turistas e visitantes. Fazendo jus à gastronomia da região, o estabelecimento dele tem como carro-chefe os pratos feitos à base de frutos do mar. Exemplos? Peixe frito, em especial o conhecido como vermelha, e a moqueca de peixe ao molho de camarão. Ambos têm acompanhamentos típicos do Nordeste: feijão, arroz, batata-frita, farofa e vinagrete. Ah, a porção serve até três pessoas ao custo médio de R$ 140,00.